Ilustração: Nerino de Campos
Texto: Nerino de Campos
Subsecretário: Nerino de Campos

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011


Quanto mais os anos passam, mais mortos você visita, e é claro, a gente sempre torce para não ser visitado. Quando eu estou lá, no velório, visitando um desses mortos, sinto que ele se apresenta de uma forma muito esnobe, ali deitado, não participando de nada ao seu redor. Às vezes eu sinto que eles levam certa vantagem sobre as pessoas que li estão, pois, já têm a experiência da morte e as pessoas não. Eles já podem estar envolvidos com outras maneiras de ser, ou com o nada absoluto, com o descanso total, com o descanso que não tem graça.
De certa forma eu prefiro estar ali VIVO, adquirindo mais experiência em vida. Esta é a minha vantagem.

Um comentário:

  1. Estas suas palavras,se traduzem em verdades,que em geral quase ninguém pensa,excepto aqueles que já viveram muito,e como se diz na gíria "começam a pôr as barbas de môlho"...
    Vim aqui pela 1ªvez,mas voltarei.
    Cumprimentos de Portugal.

    ResponderExcluir