Ilustração: Nerino de Campos
Texto: Nerino de Campos
Subsecretário: Nerino de Campos

domingo, 5 de dezembro de 2010


Eu parei de fumar. Isso há uns quinze anos. Não tive grandes problemas ao parar. Não fiquei parando mensalmente, passando para todos um atestado de fraqueza. Resolvi e pronto! Eu estou dizendo isso porque ontem, depois desse tempo todo, senti uma grande necessidade de fumar novamente. A tarde estava linda e eu me sentei em um banco da praça para admirar a natureza. Faltava-me companhia e o cigarro, certamente, cumpriria esse papel.
Foi apenas fogo de palha, e eu, mais só do que antes, pois agora, também sem o cigarro, fiquei lá, até que a escuridão acabasse com aquela felicidade toda.

Um comentário:

  1. Que beleza hemmm...
    Em seu momento você viu i que te fazia falta e no mesmo momento você viu que pode muito bem viver sem o que te "faz falat"... a falta não é tanta assim. e por isto você vive tão bem já a mais de 15 anos..

    bjs
    Insana

    ResponderExcluir