Ilustração: Nerino de Campos
Texto: Nerino de Campos
Subsecretário: Nerino de Campos

domingo, 20 de junho de 2010


Você é induzido a mentir como todos mentem, e se não o fizer, estará fora de um mercado próspero, que cresce a cada dia, dando grande conforto aos mentirosos. Você é impingido a fingir, como todos fingem, e este é outro mercado promissor. Você sorri com o canto da boca, meneia a cabeça quando ironiza, disfarça um olhar de desaprovação, cospe em pensamento no rosto de um desafeto, bajula os poderosos, ignora os necessitados, necessita de cada centavo alheio, e justifica tudo isso em nome de uma causa nobre: Acumular o máximo de objetos possíveis, para, no fim, morrer como todo mundo.

2 comentários:

  1. Isto encerra um paradoxo: se todos mentem, o autor também é mentiroso, logo isto é uma verdade.

    ResponderExcluir
  2. Meu caro

    Gostei de tudo que li aqui, muito bom, muito bom mesmo. Tô seguindo seu blog cara. Tô muito feliz de ter encontrado um blog de alguém com tamanho talento. Tenha certeza que você terá mais um fiel e assíduo leitor.


    Forte abraço

    ##

    ResponderExcluir