Ilustração: Nerino de Campos
Texto: Nerino de Campos
Subsecretário: Nerino de Campos

quarta-feira, 16 de junho de 2010


A felicidade, quando cai sobre o seu corpo como uma pedra, passa a iludi-lo, causando uma sensação de grande euforia e prazer. Não se iluda: pegue essa pedra, por mais pesada que ela seja e devolva-a para o lugar de onde ela veio. Ela não durará muito tempo mesmo! As duradouras chegam calmamente, como um leve sopro que se transforma em ventania. Essas sim, nos causam prazer, e apesar de não serem eternas, são nossas companheiras, até a chegada da tristeza que cai sobre o nosso corpo como uma pedra, e dura uma eternidade.

3 comentários:

  1. Olá, considero seus textos com uma luva que se encaixa perfeitamente com suavidade e maciez em uma mão, são diretos no que quer informar.
    Como um amante das artes visuais e Plástica dou-lhes parabéns.
    Passei a segui-lo e colokei seu limk em meu espaço/Blog.
    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Já conhece as 12 Aldeias Históricas de Portugal? Não perca tempo, venha visitá-la orientado pelo livro “Aldeias Históricas de Portugal – Guia Turístico”. Veja um excerto da obra em www.olhodeturista.pt ou adquire-a já na loja virtual.
    Mais informação,contacte-nos para aminhaldeia@sapo.pt

    Abraço
    Lena

    ResponderExcluir